Cedido para Resenha,

Resenhando: Pólvora

15:33 Jéssica Figueiredo 12 Comments

A Editora parceria Belas-Letras me enviou o livro do cantor e também escritor Tico Sta Cruz. Quando recebi o livro eu não sabia que ele era repleto de desenhos por dentro. Foi uma bela surpresa para mim. Os desenhos são lindos demais. E alguns bem viajados. Outra coisa legal é a capa. Algumas partes são em alto relevo e eu ficava passando a mão direto hahahaha
A diagramação do livro está impecável!
Vamos resenhar :D


Autor: Tico Sta. Cruz
Editora: Belas-Letras
Páginas: 165

Sinopse:


A novela policial originalmente publicada na internet com mais de 300 mil leitores. Pólvora é o livro proibido do roqueiro Tico Santa Cruz, definido pelo próprio autor como uma narrativa "psicótica, suja e violenta". Inicialmente escrito em capítulos curtos para postar em seu blog, em poucas semanas virou fenômeno na rede. Uma leitura intensa e chocante sobre terror e caos, hipocrisia e preconceitos, política e serial killers. Mas, acima de tudo, sobre o lado mais sombrio de cada um de nós.







______________________________Resenha______________________________

Um bancário cansado de sua vida certinha e pacata entra de cabeça em um relacionamento com Lore, uma enfermeira sadista. Lore era tudo o que ele queria naquele momento. Eles tinham uma bela química sexual e os caprichos dela tiraram o rumo do banqueiro. Eles largaram tudo: Emprego, Família e Amigos.Saíram pela estrada espalhando rastro de sangue - muito sangue -, sexo, drogas e loucura.
"Lore dizia no meu ouvido que se lembrava do dia em que transamos pela primeira vez em sua casa e isso a fez desejar repetir a sensação, tudo por conta do fetiche que tinha com a imagem do sofrimento do filho de Deus. Aquilo parecia insano, bizarro, psicótico".
Lore agia naturalmente. Não se importando de tirar a vida de nenhum ser humano. A única coisa que ela se importava era com os animais. E foi nos andanças do caminho que eles recrutaram um coelhinho branco para seguir viagem com eles. Outra integrante do grupo foi Milene. Uma mulher de cidade pequena que aparentemente era uma pessoa certinha, mas no decorrer da história, se mostra como a possuidora de uma das mentes mais perturbadas que eu já vi.

Eles conseguiam dinheiro a base do roubo. Não se importavam de onde ele iria vir. Um dos assaltados fora um pastor. Que estava andando com um saco de dinheiro nas mãos enquanto conversava com uma mulher.
"O pastor pegou o saco plástico o entregou nas mãos de Lore. Ela jogou o saco no carro e libertamos o casal. Sussurrei no ouvido da acompanhante do pastor que, se avisassem a polícia, encontrariam o capeta sentado na poltrona onde ela fazia sexo com aquele sem-vergonha"
As palavras usadas durante o livro são fortes e até mesmo o desenrolar da história. Se você não curte leitura onde o palavrão rola solto, o sexo, e mortes a quase cada capítulo, eu aconselho você a não ler. Porém, se você não se importa com isso e gosta de um livro com uma bela crítica social, política e da situação do Brasil, eu aconselho vocês a lerem. Muitas passagens do livro me faziam assentir. É a realidade contada de uma maneira mais impactante. Realidade econômica, religiosa, política, sexual e das drogas. Os capítulos são pequenos e você consegue lê-los rapidamente. Cada capítulo praticamente tem uma imagem. 
"Certa vez uma pessoa me disse: "Droga é uma droga". Então eu lhe disse: "Tudo bem, quando você estiver doente, coma um bombom por que bombom é bom".
Durante a leitura eu ficava me perguntando o que levaria uma pessoa que tinha uma vida tranquila a seguir uma pessoa como Lore daquela maneira. Acredito que a resposta está na pressão que sofremos na sociedade. Alguns mais do que os outros. A pressão que sofremos de que não podemos sair da linha por nenhum momento. Somos a pólvora e só precisamos de uma pequena faísca para explodirmos.
"- Essa gente tá nem ai pra isso, não! Eles só votam porque são obrigados! Acho é bem feito! Já trabalhei em posto de saúde e sei qual é a realidade. Se tiver a cervejinha e o futebol no fim de semana, não importa se os filhos estudam ou se precisam ficar horas em uma fila de hospital. Não vê? Eles enfrentam a polícia, aglomeram-se para torcer por seus times de futebol, mas quando precisam se juntar pra reivindicar seus direitos, onde eles estão?"


E ai, pessoal? Gostaram? Espero que sim. Deixe aí os comentários :D

Olha só que legal!

12 comentários:

  1. Oi Jéssica, tudo bem? Nossa, esse livro parece ser realmente bem forte e intenso, mas igualmente parece ser muito bom. Gostei de saber dos capítulos curtos, das ilustrações no começo dos capítulos e da forte crítica social que tem nele. Ótima resenha!!

    Beijinhos,

    Rafa // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  2. Oi!! como vai?
    Nossa sempre gostei das musicas do Tico, porem não sabia que ele era escritor, muito bacana o livro e com certeza irei ler.
    Abraço!
    www.marichic.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Jé, tudo bom?

    Essa é a terceira resenha que leio e apesar de amar as músicas do Detonautas, li algumas postagens no blog dele e achei bem pesado. Apesar do livro ser interessante, não é o tipo de leitura que me agrada tanto. Infelizmente. Leria, por ser dele, mas não faz o meu gênero. HAHAHAHAHAH Adorei a sua resenha!

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  4. Adorei essa sua colocação no final, de que somos pólvora e só precisamos de uma pequena faísca para explodirmos... acho que as pessoas se deparam na verdade com uma fogueira, e não com uma faísca, no caso de dar de cara com uma Lore por aí... Eu li o livro e realmente não é meu estilo, tem mais violência do que eu suporto acompanhar, mas tem críticas bem legais. Então, indico com as mesmas ressalvas que você.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  5. Olá, moça
    Adorei sua resenha, gosto de ler opiniões dos livros que li. Eu confesso que não gostei muito de ler Pólvora, achei uma leitura que não me trouxe nada e a história sem um fundamento, sem um motivo para tanta criminalidade me deixou frustrado.

    Att,
    decarnasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem???

    Eu não tenho vontade de ler esse livro e cada vez que lenho resenha dele tenho menos vontade ainda... nada contra... até porque adoro leituras forte e com banhos de sangue, mas esse sinceramente não me cativou de nenhuma forma.... mesmo que venha o apelo da parte social e tudo mais... não me sinto livre para lê-lo, mas se você gostou está valendo... porque é isso que importa... Xero!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu me interessei pelo livro desde que vi entre os lançamentos da editora, o enredo parece ser nu e cru de um jeito para chocar mesmo... eu não sabia das ilustrações e fiquei com mais vontade ainda de telo <3

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  8. Olá Jessica,
    esta ai um livro que tenho interesse( e muito) de ler. Já ouvi falar muito sobre a escrita de Tico. Dizem que ele não mede as palavras para fazer suas historias. Talvez seja uma experiencia legal e diferente. E como não me incomodo com cenas fortes, palavrões, etc.. Acredito que vou gostar bastante.
    Adorei ver as ilustrações e de saber que os capítulos são curtos. Já adicionei a minha listinha.

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Estou super curioso com relação a este livro, gosto razoavelmente do Tico como cantor e compositor e ainda não o conheci na literatura. Literatura policial e ainda com ilustrações me chama muito a atenção, portanto já coloquei o livro na lista de desejados e espero não me decepcionar.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Jéssica,

    Tenho duas amigas que leram o livro do Tico Santa Cruz e gostaram, como você disseram que tem violência e temas que precisam ser debatidos de forma mais aberta pela sociedade. Fiquei com um "pouquinho" de vontade de ler, mas como não gosto de livros com muita violência, talvez eu realmente não leia. Gosto do Tico como cantor.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi linda! Nossa, que resenha legal! Adorei saber do que se trata o livro. Eu gosto do Tico... um dia ele foi dar uma palestra na minha faculdade... foi interessante, digamos assim hahahaha
    To em dívida com seu blog (e com o de tantas outras pessoas, e COM O MEU ahahahahaha), mas voltarei a lê-lo com frequência agora, que está aliviando a faculdade rs
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Olá Jessica.

    Parabéns pela resenha. Adorei a capa do livro, simplesmente sensacional. O Tico é um cara muito inteligente e por si só o livro deve ser muito bom. Dica anotada aqui para 2015.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir