Cedido para Resenha,

Resenhando: A Dama de Papel

08:10 Jéssica Figueiredo 22 Comments



A Dama de Papel foi um livro cedido pela Universo dos Livros, edição de pré-venda. O livro é de uma autora nacional. Achei a capa muito bonita e ela consegue transmitir quem poderia ser Molly - a principal.


Localizado na zona periférica de Londres em meados do século XIX, o bordel de Molly está sempre repleto de fregueses: ricos e pobres, magnatas e operários. O que nenhum deles sabe – nem mesmo as outras trabalhadoras do estabelecimento – é que a dona do prostíbulo optara por ser “mulher da vida fácil” após fugir de um casamento forçado, abrigando-se nas entranhas de um cortiço na busca indelével por liberdade.
Certa vez, no entanto, Molly é inebriada pelas propostas de um cliente: Charles O’Connor, o herdeiro de um império têxtil, deseja que ela seja somente sua. Molly, arrebatada pelas sensações provocadas pelo novo amante, se vê obrigada a questionar o modo de vida que conduzira com orgulho até então, além de testar os limites da liberdade obtida a duras penas.
Entregues à avassaladora paixão e à incrível química sexual que os unem, Molly e Charles precisarão enfrentar as represálias sociais e a moral conservadora da época para dar continuidade a este amor proibido. Mas terão de pagar um preço alto por suas decisões.

O livro se passa em Londres, século XIX, época Vitoriana. E conta sobre Molly a dona de um bordel que ficava na periferia da cidade. Ela havia fugido de casa quando era muito nova, por não querer se casar com um velho nada agradável. Ela só não tinha imaginado que para poder sobreviver ela teria que vender o seu corpo por alguns trocados. Ela havia deixado para trás uma vida de conforto, vestidos de babados, cabelos penteados com esmero e conhecera a dona de um bordel, que a ensinara tudo o que ela deveria saber para conquistar os clientes, e, depois de sua morte, Molly vira a dona daquele local de cheiro ocre, bebidas, anarquia.

Até que um dia um cliente diz ter ido até o bordel devido a boatos sobre Molly e diz que pagará muito se ela exceder as suas expectativas. Seu nome era Charles O'Connor e ele sai do bordel depois de deixar muito dinheiro, devido ao momento que tivera com Molly. O encontro dos dois termina por ficar nos pensamentos de Charles, e, mesmo se culpando, pois ele era casado com uma moça que fazia de tudo para agradá-lo e cuidar dos filhos, ele não consegue esquecer das sensações que Molly havia depositado em seu corpo. Algo que nunca tinha podido imaginar, já que a sua mulher era totalmente recatada até na cama. E com isto, ele termina escrevendo vários contos eróticos - que para mim pareciam poesias - sobre os seus encontros com Molly. Pela primeira vez na vida ele estava se sentindo tão louco por alguém e, mesmo Molly sendo uma prostituta, ele queria ficar com ela. A única coisa era: Molly estaria disposta para deixar a sua liberdade por conta de um homem?

O livro é hot e eu não sou muito de ler livros assim. Só percebi realmente que poderia ser depois que li uma passagem na orelha do livro. Vi uma pessoa comentando que achava que deveria ter mais cenas de sexo no livro, por ele ser hot e se tratar de uma prostituta. Aí é que fica a questão... O livro tem uma tremenda história por trás de tudo. Tem a parte histórica por se tratar de uma época em que as industrias estavam crescendo, época em que as mulheres trabalhavam em turnos terríveis para ganhar alguns trocados, época em que as crianças também trabalhavam em fábrica, por ganharem menos que os adultos. Época em que as mulheres não tinham voz para expor as suas vontades e pensamentos. Daí eu realmente fico pensando se a pessoa que fez esse comentário realmente leu o livro por conta da história ou se foi por conta das cenas de sexo.

Eu realmente achei que a autora tem uma escrita muito boa e também por conta dos vocabulários utilizados, me transportando para aquela época, isso contribuiu para que eu lesse o livro em apenas um dia. Os contos que Charles escreve é de uma paixão arrebatadora, suas palavras mostram o quão perdido ele estava nesta paixão imprópria. Achei muito legal a ideia da autora sobre isso. As cenas de sexo só são narradas depois de um certo tempo, antes nós só lemos os contos escritos por Charles, e, eu as achei bem narradas. Nada de exagero.

Molly havia trocado a sua vida muito boa para ter liberdade. Só que eu fiquei pensando, e esse foi um dos pontos abordados no livro: Ela havia realmente ganho a liberdade ou havia trocado por um outro tipo de prisão? Ela podia fazer o que realmente desejasse, usar a roupa que quisesse, se portar como quisesse, explorar a sua sexualidade, coisa que as mulheres daquela época não poderiam fazer por ir contra a visão que deveriam passar para seus maridos, porém ela, sendo uma prostituta, tinha que deixar homens asquerosos tomarem conta de seu corpo, homens parecidos com aquele que a fez fugir de casa. E isso para mim era um novo tipo de prisão. Uma ilusão de liberdade.

Fazia tempo que eu não tinha uma leitura tão conflitante, pois gostava da determinação dela, sua força e ideologias, só, que, ao mesmo tempo, eu queria entrar no livro e fazer com que ela entendesse que aquilo não era liberdade. E Charles eu ainda nãos sei muito bem se ele realmente a amava por ser mulher, ou, por achar que ele poderia ser dono dela. Muitas vezes ele a tratava como se ela fosse uma posse dele. O final foi algo que me fez ter raiva pela situação, mas é algo que pode acontecer na vida real. E eu fico pensando em todas as meninas, mulheres, que fogem de casa e terminam indo por este caminho. A dura realidade de suas vidas, que de fácil não tem nada.

Olha só que legal!

22 comentários:

  1. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem
    Gostei muito das suas reflexões, sua resenha está muito bem argumentada. Também concordo com você, ela só trocou de endereço, uma prisão por outra. Mas eu fico com o coração na mão, porque sabemos como os homens tratavam suas esposas, alguns eram muito cruéis na época, então, talvez, só talvez, seja por isso que ela acredite que a prisão atual é melhor do que ela que ela escapou. E gostei de saber que o final é real, que poderia acontecer, mesmo talvez nos deixando tristes. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii... adorei tua resenha, e as tuas colocações - as vezes nos sentimos dentro da história - e acabamos voltando os pensamento para "e se fosse eu"? Aceitaria?
    Já faz algum tempo que estou querendo ler este livro e vc me deixou mais empolgada. bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Um livro de época que quero ler. Que raro. Gostei muito da premissa, é de época - não gosto - mas tem um ponto de vista muito diferente. Eu gostei mesmo, vou incluir na minha lista!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Já tinha lido uma resenha anteriormente sobre esse livro, foi quando descobri que era hot e por isso o havia cortado da minha lista. Mas agora, com a sua resenha, voltei a ter interesse por ele. Fiquei feliz de o livro não ser simplesmente mais um hot, por ter menos cenas de sexo e mais história. Você fez com que ele voltasse para a minha lista.

    Bjs.

    http://delirioselivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro os livros da Universo! São sempre ótimos livros, e as capas são maravilhosas. Este não fugiu à regra. Adorei a capa e, de acordo com seu texto, ela realmente faz jus à protagonista. Acho que é a primeira vez que vejo um romance de época hot! Esse eu adoraria ler! Vai pra listinha com certeza!!!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  6. Que resenha fabulosa. 'fazer com que ela entendesse que aquilo não era liberdade.' concordo com você, não li o livro, mas um amigo leu e ficou com a mesma impressão que você, ele me contou todo o enredo nos mínimos detalhes, me sinto como se tivesse lido.

    ResponderExcluir
  7. OMG! Que resenha perfeita, e essa coisa de trocar uma prisão pela outra já me ganhou, realmente concordo com você que sim a prostituição foi outra prisão e não a liberdade, mas a personagem parece ser bem forte neh!!! Ameiii o livro.

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    gostei da resenha, desconhecia o livro, parece ser interessante, ainda aborda um tema complicado, que é a prostituição. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ola lindona ainda não li esse livro, a capa está linda, o que me chama atenção é a protagonista de escolher ser quem ela é, com essa profissão em uma época como a do livro, fiquei intrigada com seu comentário sobre o final, serei obrigada a ler para saber. Fico feliz em saber que a escrita da autora fluiu bem. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Interessante, até me surpreendi, porque definitivamente é um gênero que não me atrai, mas nesse caso fiquei bem curiosa *--*
    Gosto de histórias que se passam na época vitoriana!
    Sua resenha tá excelente!!!

    ResponderExcluir
  11. Hey,
    Pela sinopse eu não dava nenhuma chance para o livro, mas depois da sua resenha, estou louca por esse livro! Que premissa interessante e diferente, a protagonista tem uma historia bem complicada, o livro aborda um tema delicado e muito bem pelo jeito que você comentou. Anotei o nome aqui e em breve vou procura para ler.
    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  12. Oi, Jéssica
    Assim como você, também não sou de ler livros hot. Até hoje, li somente um e não pretendo adicionar mais nenhum à essa lista kk Já deu para mim.
    Bom, mesmo não tendo interesse no livro, é bom saber que a autora criou uma história para os personagens, e que o livro não é só sexo o tempo todo. Pelo que eu entendi, ela fez com que o sexo fosse parte da história, e não a história propriamente dita. Isso é legal.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para Baixo | All Pop Stuff

    ResponderExcluir
  13. Amei o livro.
    Amo livros hots e essa capa também é linda demais.
    Com certeza entrou para a lista de desejados.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  14. Oie,

    Eu também não sou fã de livros muito hot, prefiro os mais sensuais! Desde que eu li uma resenha do livro já fiquei muito curiosa com a história do livro, por se tratar um romance histórico, e essa capa é muito linda, agora quero saber qual é o final!

    Bjs
    Mayla

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Gosto desse livros que inovam! Mostram mais esse lado criativo das nossas mentes. A obra traz fatos "reais" na época passada mais em um gênero "hot". Gostei bastante e estava conversando com um amigo sobre o assunto dos livros new adult serem muito iguais e esse é o estilo que não se encaixa nos padrões, AMEI E COM CERTEZA VOU LER!

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bem? Ainda não conhecia esse livro, mas a premissa parece ser bem interessante. Confesso que também pensei que ele era hot, mas conforme fui lendo sua resenha percebi que não chega a ser tanto. Naquela época era dado voz somente aos homens, sendo assim muitas mulheres não aceitavam essa situação, essa era uma das formas delas acharem que estavam livres, difícil compreender. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Acho que eu iria gostar bastante do livro!
    Não acho que por ser hot o livro tenha que ter milhares de cenas de sexo, o que me importa é a história, afinal se tiver só sexo, qual o sentido de tudo?
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oee,
    Não gosto muito desse tema e ainda junta ser antigo e gosto menos ainda :/ Eu não leria não :/

    Étreintes!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, Jéssica, tudo bom?

    Não costumo ler esse livro, mas gostei de saber o quão intrigada você ficou com a leitura! É ótimo quando um livro mexe com a gente e nos faz refletir. Eu não gosto muito de livros hot (li apenas um e não penso em ler outro muito cedo), mas foi bom saber que tem bastante coisa além do sexo.

    Parabéns pela resenha!

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Eu já havia visto a capa e lido a sinopse desse livro anteriormente e ele não havia me interessado, mas a sua resenha me deu uma perspectiva completamente diferente da que eu tinha com relação à esse livro você conseguiu me deixar interessada por essa leitura! O livro vai para a lista de desejados e espero poder ler em breve *-*
    Beijos,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  21. Oiii!!!
    Sua resenha está muito boa, parabens!
    Sobre o livro, confesso que estou louca para ler esse livro... sou uma fã de carteirinha da universo dos livros e esse livro é mais uma prova do motivo.
    Ele já está na minha lista de desejados a tempos, espero ler em breve.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir