Cedido para Resenha,

Resenhando: Precisava de Você

01:00 Jéssica Figueiredo 8 Comments

Olá pessoal, tudo bom?
A Belas-Letras cedeu um livro bem diferente desta vez. O nome dele é "Precisava de Você". Vocês já devem ter lido algo sobre ele aqui no blog. O livro começa a ser diferente logo pelo material que é feita a capa, é como se fosse de papelão e tudo o que é escrito na capa é de um material brilhante em azul. Tem duas versões a capa em azul e a capa em rosa. O livro veio com um CD com a música do livro *-* uma música bem viciante e legal - que eu já tinha escutado - mas agora depois do livro eu realmente entendo tudo o que ela queria dizer. Ela se encaixa perfeitamente na história - e ela realmente está na história. 
A parte gráfica também está belíssima! Diagramação nota 1000! Vou colocar algumas fotos pra vocês verem :D

Sinopse:

Então está aqui tudo o que eu guardei por algum tempo. A partir de agora eu pretendo escrever, desde o começo, a nossa história (se é que eu posso chamar assim). O nosso (des)romance. Acho que a melhor maneira de se livrar de alguma coisa (neste caso, de alguém) é colocando para fora. Então é isso que eu vou fazer. Eu vou te exorcizar de mim. Que droga. Que droga, Gabriel Vegas. Eu gostava de você pra caramba.




Algo que não tinha entendido era o porquê de ter dois nomes dois nomes na capa, e um deles estar riscado - o nome do autor. Mas depois entendi e achei a ideia bem bacana, pois o autor do livro é sim o Pedro Guerra, mas a história do livro é de Lola Tavares - a história todinha narrada por ela. A história de como ela conseguiu cair de amores por Gabriel Vegas e depois odiá-lo para se encontrar.

Logo no início do livro percebemos que Lola está escrevendo em um caderno para um menino. Seria contando a história dos dois que ela finalmente iria tirá-lo dela, já que em várias coisas ainda a lembravam do tal menino. Ela iria contar o quanto que ele era especial para ela e como ele arruinou tudo. Sim, esse menino é Gabriel Vegas. Um cara que a princípio parece perfeito, e você vai querer entender como foi que ele ferrou tudo.

"Vou escrever aqui as minhas confissões. Aquelas sobre o quanto eu gostei de você, ou sobre o quanto eu te odiei"

Era uma terça quando tudo começou. Lola conversava com o seu melhor amigo Sam - que é um cara que todo mundo iria querer ter como melhor amigo *-*, sobre o quanto ele havia quebrado o código de amizade por escolher uma aula diferente da dela para fazer na faculdade. Sentindo-se traída por ele, Sam pede desculpas várias e várias vezes, mas ele já havia se matriculado. Voltando para casa, sozinha, Lola vê, na parada da via oposta que ela estava, algo como uma visão. Um cara que é extremamente lindo. Porém ela não pode contemplá-lo por muito tempo, já que o seu ônibus chegou e ela tinha que ir pra casa.


Pronto. A partir daí ela começa a contar o quanto que ficou perdidamente apaixonada e louca por não saber quem era o tal carinha. O quanto queria saber o nome dele, de estar com ele. Até que em uma festa - tcharammm - ele está lá lindo, maravilhoso e espetacular. E é ai que realmente a história começa. 

"O meu único sentido presente, no entanto, era a visão. Ah, sim, ela estava funcionando muito bem, apesar da pseudomiopia.
Logo em frente a mim, exatamente ao lado de Cassy Spears, a única coisa que eu podia ver era você.
Você, Gabriel"

Enquanto lia o livro eu ficava querendo saber o que aconteceu com os dois para ela ter tanta raiva dele. Ele, logo no início, parece ser um menino perfeito na visão dela. Mas, você leitor que está de fora, percebe algo que uma pessoa apaixonada não iria perceber. Sabe quando o seu/sua melhor amig@ fala sobre uma pessoa? Que ela está perdidamente apaixonad@ e você, em sua razão sem estar entorpecida, vê realmente que a pessoa não é tudo aquilo? Você fala para seu/sua amig@ o que você acha. Alerta para tomar cuidado, mas a pessoa não dá bola? 
Pronto, foi isso mesmo o que aconteceu com Lola Tavares. Era a primeira vez na vida dela que ela estava amando. Aquele menino que era gentil com ela - mas esfregava os defeitos na cara dela e ela nem percebia - que fazia o coração dela acelerar e era incrivelmente bonito - acho que todo esse alvoroço de Lola se deve pelo fato dele ser lindo. A beleza de Gabriel encobriu tudo. 


Gostei muito dos amigos de Lola. Todos tinham a personalidade bem marcada, bem forte. E acho que teria sido muito mais difícil para ela se não tivesse esses amigos. Depois que você descobre o motivo de tanta raiva, você concorda com ela. Gabriel soube como estragar tudo. 

Algumas pessoas podem achar que já sabem de toda a história. E pode ser verdade. É o que acontece várias e várias vezes nos relacionamentos. Quem aqui nunca passou por uma decepção amorosa? Enquanto lia eu ia pensando um pouco em mim. No que aconteceu comigo em uma relação. Em como a minha história se encaixava com a de Lola em algumas partes. E caramba, acho que teríamos vários livros com vários tipos de decepções amorosas. A de Lola só foi uma entre tantas. Durante toda a leitura eu senti como se fosse Lola - uma grande amiga - contando tudo o que ela passou para mim. Não escondendo nada. Sabe quando acontece alguma coisa com pessoas conhecidas e você quer saber o que é, e a pessoa te para para contar o que houve? Pronto, foi essa a sensação que eu tive. É um livro interessante de ser lido, é um livro que podemos finalmente perceber que uma decepção amorosa pode sim ser boa. Pois é onde amadurecemos, é onde vemos os nossos erros e acertos. É quando a bola vai pra frente. E você finalmente se encontra.

"E foi ai que eu percebi que todo mundo precisa de alguém. Mas precisar de alguém pode ter muitos significados. Então aqui está a nossa história. De como tudo teve um fim. E, depois, um começo".

Olha só que legal!

8 comentários:

  1. Meio repentino esse amor da personagem né, apesar de vc citar que se passa na faculdade senti um clima adolescente na história, isso me impediria de ler, ando tão cansada de romances adolescentes, sem contar que parece ser uma história bem superficial, bom eu não leria

    ResponderExcluir
  2. Oiii!

    Eu gostei muuito do marketing da editora em relação a esse livro, mas não cheguei a ler. Achei genial o nome do autor estar riscado e acho que TODO mundo já passou por uma situação parecida. Fiquei curiosa em relação ao livro pq eu adoooro um romance mesmo clichê, mesmo quando não dá muito certo, eu gosto.
    Gostei da resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Ola lindona eu amei esse livro, acho que retrata bem a paixão adolescente aquela que cega a tudo, e Lola conseguiu colocar em palavras tudo o que sentiu e deixou de sentir. Eu senti muita raiva de Gabriel por suas atitudes que alimentavam seu enorme ego. A capa e diagramação estão lindas. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jéssica!
    Concordo que a diagramação tá demais, dá até gosto pegar um livro assim pra folhear. Já vi resenhas positivas e negativas, então só lendo pra ter minha própria opinião. Mas de toda forma a ação de divulgação da editora foi bem legal, instigou nossa curiosidade.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Olá... tudo bem??
    Eu acho a diagramação desse livro linda demais e bem trabalhada... a editora investiu muito bem nesses livros... e ação de marketing foi muito boa.... eu particularmente não pretendia ler o livro.... mas sei lá fiquei com as minhas dúvidas após ler a sua resenha - foi a primeira que li do livro - a história de Lola é bem semelhante ao que passei esses tempos... e só retrata que quando estamos apaixonados por uma determinada pessoa... nos perdemos.. e passamos mesmo a ficar cegos.... quando aquele momento de encantamento se passa e você continua apaixonada você começa a perceber algumas coisas que estavam no seu nariz, mas que você não via ou não queria ver.... enfim.. curti a premissa... Xero!

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica.
    Esse livro está lindo, fiquei querendo mais fotos rsrs.
    Uma história de amor e ódio que me interessou. Nunca tinha dado muita atenção a esse livro até o momento, mas essa protagonista tão bem caracterizada e palpável despertou meu interesse pela leitura.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  7. Olá Jéssica, o livro parece ser bem legal e por ser narrado em primeira pessoa pela protagonista deve da para perceber bem como ela se sentia e o que ela não percebia, espero poder lê-lo em breve...

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  8. Todos as resenhas desse livro trazem fotos que comprovam o capricho da diagramação. A proposta do livro é muito bacana, mas bem parecida com um outro livro que li. Se isso irá me incomodar ou não, só lendo mesmo rs

    Beiijos, Andressa
    Mais que Livros | Curtindo a Vida a Dois

    ResponderExcluir