Jogos Vorazes,

Resenhando: Jogos Vorazes

17:36 Jéssica Figueiredo 6 Comments

Autora - SUZANNE COLLINS
Editora - ROCCO
Páginas - 397
Posso começar dizendo que fiquei arrepiada lendo a orelha do livro. 
"Katniss escuta os tiros de canhão enquanto raspa o sangue do garoto do distrito 9"

Os Estados Unidos não existe mais. Em seu lugar ficou Panem. Dividida em 13 distritos, todos eles subjugados pela capital. O 13º distrito foi totalmente dizimado por tentar uma rebelião, mas seus destroços continuam lá. Para servir de aviso. Para que todos se lembrem quem manda.
E uma das formas que encontraram para isso foi a criação dos Jogos Vorazes. Onde era escolhido uma garota e um garoto de cada distrito para participar. Os Tributos. Esses tributos iriam ser jogados em uma arena onde somente um poderia ser o ganhador, ou seja, o último que permanecesse vivo iria ganhar.
E é nos 74º Jogos que a história começa.
O que achei realmente legal nesse livro é que esse universo foi criado de uma forma tão simples, mas que dá realmente certo!Tudo se encaixa e você depois pode se perguntar se poderia ser real. Se a humanidade chegaria ao ponto de ter que usar esse artifício para poder mostrar o poder. Manter o medo no coração das pessoas. 
Quando Katniss Everdeen se ofereceu como tributo ela sabia que estava em uma enorme enrascada e que não poderia mais sair dessa. Uma das coisas que a manteria viva seria sua habilidade na caça. 
Peeta Mellark, ao contrário de Katniss, é sorteado. Ele é somente o padeiro. Não sabe caçar. Mas sabe realmente como se camuflar. E isso será de grande ajuda quando ele precisar.
"Eu a alcanço quando ela está a ponto de pisar no primeiro degrau. Empurro-a para trás de mim com o meu braço.
- Eu me ofereço! - digo eu, arquejando. - Eu me ofereço como tributo!"
Achei a linguagem do livro legal de se ler. É detalhado, mas não de uma maneira que você fica entediado. Mas de uma maneira que você é capaz de imaginar até o gosto da comida. É realmente uma bela linguagem. A única coisa que às vezes me deixava com vontade de descansar a vista era quando Katniss ficava muito tempo sozinha na floresta. Eram páginas e mais páginas e mais páginas somente dela. Somente dela falando e falando e falando. E eu realmente queria uma pausa. E fazia.
Em relação as mortes eu realmente fiquei chocada com a falta de compaixão que alguns integrantes tinham. Tudo bem que era matar ou morrer, mas alguns distritos realmente não se importavam nenhum pouco com as pessoas que morriam. E pelo visto, não existiam os Direitos Humanos em Panem.
Outra coisa que também fiquei chocada foi o modo como as pessoas da Capital tratavam tudo isso. Simplesmente para eles era um Jogo extraordinário. As vidas dos integrantes dos distritos não importavam. Eles faziam até apostas.
Peeta é loucamente apaixonado por Katniss. Ela acha que todo esse sentimento que ele tem por ela é parte de sua estratégia! Mas, eu realmente não entendo como é que ela consegue continuar achando isso depois de tudo o que ele falou. Depois de todos os gestos dele! E realmente não tem como não torcer por ele! Sério mesmo.
"- Então, naquele dia, na aula de música, a professora perguntou quem conhecia a canção do vale. Sua mão logo se ergueu. Ela colocou você em um banquinho e mandou você cantar pra gente. E juro, todos os pássaros do lado de fora ficaram em silêncio.
- Ah, por favor - rio.
- Não, aconteceu mesmo. E assim que você terminou a canção, percebi, que eu estava caído por você. Então, pelos onze anos seguintes, tentei preparar os nervos para falar com você".
Ainda tem Gale, que é apaixonado por Katniss, mas ele aparece tão pouco que não é possível torcer por ele do mesmo jeito que irei torcer por Peeta :3
Resumindo tudo: Adorei esse universo criado pela autora. Estou com muuuuiiittaa raiva do pessoal da Capital. Se prepare para muitas e muitas e muitas e muitas páginas só de falação de Katniss, torça por Peeta, e continue lendo os outros livros para saber qual será o destino de Panem.

Olha só que legal!

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gostei, mais detalhado que o filme até haha Mas vendo isso me deu vontade de ler o livro e ver as diferenças com o filme tb :D

    ResponderExcluir
  3. Massa. Tbm to com o Peeta <3 mto boa a resenha

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, ficou bastante completa e realmente deixa quem ainda não leu o livro com vontade de lê-lo, parabéns!

    ResponderExcluir