Clarke,

Resenhando: O Fim da Infância

10:34 Jéssica Figueiredo 19 Comments



Olá pessoal, tudo bom?
A resenha de hoje é sobre um livro que não sabia nada a respeito. Coloquei agora na minha cabeça que chegou o momento de ler coisas novas. Gêneros novos. A vida é muito curta para ler sempre o mesmo estilo literário. Eu sempre vi filmes de ficção-científica, mas nunca havia lido nenhum livro a respeito. Conversando com um amigo, ele me levou para a Aleph e lá eu terminei comprando três livros para começar esta minha jornada :D o primeiro livro de ficção-científica que escolhi para ler foi O Fim da Infância - por indicação dele. O que ele disse foi que o final explodiu a cabeça dele. Nossa, ai está um livro que eu não poderia deixar de ler, certo?




Sinopse: Em plena Guerra Fria, enquanto russos e americanos se preparam para a corrida espacial, imensas naves surgem sobre as principais capitais do mundo, revelando um dos grandes mistérios da humanidade: O homem não está sozinho no universo.Seus ocupantes, chamados de Senhores Supremos, dominam a Terra de forma pacífica e melhoram substancialmente as condições de vida. A ignorância, a guerra e a pobreza deixam de existir, dando início a uma era de ouro. Porém, uma dúvida assombra a humanidade: quais seriam os verdadeiros objetivos dos Senhores Supremos? Até quando suas políticas iriam coincidir com o bem-estar dos homens? As respostas para essas questões podem revelar uma verdade aterradora.

O livro começa na guerra fria. E, quem se lembra das aulas de história, foi nessa época que ocorreu a "corrida"para o espaço, entre os Estados Unidos e a URSS. Nessa guerra travada de modo indireto, com ideologias conflitantes, o ser humano não pensava nas consequências a longo prazo de seus atos. Como um ser prepotente, o homem achava que era chegada a hora de alcançar as estrelas, mas estávamos errados. As estrelas não foram feitas para os homens. 

"Havia coisas que só o tempo poderia curar. Homens maus podiam ser destruídos, mas nada podia ser feito com homens bons, mas iludidos".
Como que por um milagre enormes naves aparecem na terra. As pessoas ficam abismadas com o que estava acontecendo. Será que iríamos ser todos aniquilados? A surpresa maior foi quando os Senhores Supremos - nome dado à eles - anunciam que não estavam ali para nos fazer mal. Eles estavam ali para ajustar tudo de errado que ocorria em nossa sociedade, usando métodos sem violência, eles conseguiram acabar com a miséria, maus-tratos para com os animais, violência, uma vida destinada somente para o dever. Era a utopia tornando-se realidade. Algo que o ser humano nunca poderia imaginar ter.

"Nenhuma Utopia jamais poderá dar satisfação a todo mundo, o tempo todo. À medida que suas condições materiais melhoram, os homens aumentam suas expectativas e vão ficando descontentes com os poderes e posses que, antes, pareciam estar além de seus sonhos mais loucos. E, mesmo quando o mundo exterior lhes tiver concedido tudo o que é possível, ainda permanecem as inquirições da mente e os anseios do coração."
Muitas pessoas logo de início eram contra a liderança do mundo ficar a cargo dos Senhores Supremos, principalmente quando eles não revelavam sua verdadeira forma, eles deveriam estar escondendo algo, certo? Mas o que seria?

Eu poderia passar muito tempo falando deste livro e de várias teorias que tive durante a leitura, mas é muito bom conversar sobre isso com alguém que já tenha lido o livro. É uma dica que dou para vocês. Encontrem alguém que já tenha lido o livro para comentá-lo durante a sua leitura e principalmente depois dela. Pois você irá precisar de um bom debate sobre o livro. Já que sua cabeça realmente explode hahahaha 
Nenhuma teoria minha durante a leitura me levou para aquele final. Para o que estava prestes a acontecer. Não é somente o final do livro, mas sim todo o contexto em que a humanidade está inserida que faz com que você reflita toda a história. Por incrível que pareça o livro irá envolver religião, certo e errado, espaço-tempo, comodismo, política.

Essa edição da Aleph está linda demais! Eu pesquisei um pouco e vi as outras capas e essa é a minha favorita <3 esta edição está muito especial, pois ela contém o conto em que este livro foi inspirado e também um primeiro capítulo revisado pelo autor.
Tive uma boa experiência com o meu primeiro livro de ficção-científica e gostei muito da escrita do autor e das indagações que a leitura me proporcionou. 
Se você também está procurando um livro para abrir o seu horizonte e senso crítico pode começar por este. E tenha a sua cabeça explodida hahaha vai valer a pena.

Olha só que legal!

19 comentários:

  1. Eu quero, quero, quero. Quero! Menina adorei sua resenha mas você me deixou com uma vontade louca de estar com o livro em mãos e começar já a leitura.
    De verdade!!!! Eu amo livros assim.
    Logo vou comprar!
    Abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  2. Eu quero, quero, quero. Quero! Menina adorei sua resenha mas você me deixou com uma vontade louca de estar com o livro em mãos e começar já a leitura.
    De verdade!!!! Eu amo livros assim.
    Logo vou comprar!
    Abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  3. Ei! Eu inovei muuuuuuuito os livros esse ano e todos valeram a pena! A capa desse não me chamou muito a atenção, mas a sua resenha me deixou tipo...... Onde eu acho ele com entrega express?? Kkkkk
    Muito bom!
    Bjsss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Recentemente tenho me arriscado no gênero e confesso que fiquei bastante surpresa com o que estou encontrando. Amando muito! Que resenha linda a sua! É a primeira que leio sobre o livro e você conseguiu me deixar extremamente ansiosa pela leitura. Parabéns.
    Aleph arrasa mesmo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, Jéssica. Realmente não sei se leria ou não o livro, na verdade não é um gênero que eu me arrisco muito ou que estou sempre lendo. Mas sua resenha extremamente positiva me deixou com uma vontade enorme de lê-lo.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Não o conhecia, mas achei interessante a premissa, por abordar temas que volta e meia a sociedade discute. Pretendo ler em 2016, pois há tempos que não leio nada de ficção científica.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. AMEEEEEI. Esse livro me foi recomendado nesse ano e adorei saber da sua existência. É a primeira resenha que leio a respeito e curti muito o enredo, as críticas sociais presentes no livro e, principalmente, ser uma leitura que amplia seus horizontes. Adorei e é o que procuro. Com certeza, vou adquirir a obra.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu quero essa distopia. Se bem que a capa não é tão bonita assim, hahha. Mesmo assim que premissa boa! Assm que eu vir vendendo, comprarei

    ResponderExcluir
  9. Olá linda,

    seja bem-vinda ao mundo da Ficção-Científica. Acostume-se porque os temas mais abordados desse gênero é Política e o Futuro da Humanidade.

    São livros cheios de teorias e que nos causam conflitos. Eu adoro isso e a Editora Aleph arrasa com as edições de seus livros.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oiie,

    Adoro livros que tenha o contexto histórico de alguma guerra, e simplesmente amei esse. Como você mesmo disse, a nossa vida é muito é curta para ficar num só gênero literário, e como você estou me aventurando no mundo da ficção-cientifica. Adorei a sua resenha.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Não conhecia o livro, mas gostei do que você disse na resenha. Fiquei bem curiosa sobre o final, já que nenhuma das suas teorias te levaram a ele, tenho certeza de que também seria surpreendida e eu adoro quando isso acontece.
    Apesar do gênero não ser um dos meus favoritos, vou tentar dar uma chance para esse livro!
    Beijos!

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Não gosto muito de ficção cientifica nos livros e nem no cinema, porém devo te dizer que esse livro me deixou um pouco intrigada, quem sabe um dia, principalmente se ele for cheio dessas reflexões trazidas pelas frases.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oiii!

    Aaah eu preciso tanto fazer isso! Comecei com romances de época que agora são meus favoritos, agora preciso insistir com distopias e comecar ler ficção científica. Assim como você, assisto alguns filmes, mas nunca li nada no gênero. O que mais me interessou foi o fato de você ficar com várias teorias, eu amo quando isso acontece.
    Vou tentar! Juro!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Olá,Não sou muito chegada nesse gênero apesar de assistir filmes desse estilo, mas fico feliz por você ter decidido iniciar uma nova jornada de leitura na sua vida e espero que dê muito bem nela.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  15. Oi Jessica,
    Estou como você, nessa onda de conhecer coisas novas, novos títulos e gêneros.
    Esse livro parece ótimo para começar.
    Amei esse quote:
    "Nenhuma Utopia jamais poderá dar satisfação a todo mundo, o tempo todo."
    Perfeito!!!
    Só por ele, já vou colocar o livro na minha lista de desejados.
    Ótima resenha :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  16. Cada dia conheço um novo livro, uma nova editora... eu amo essa vida de blogueira cara ♥
    Amei sua resenha, apesar de o livro não fazer meu estilo, eu curti.
    As vezes dou uma variada tbm, mas, não to nessa pegada no momento.

    ResponderExcluir
  17. Não é o meu gênero de livro, mas sua resenha me deixou sem fôlego. Muito boa mesmo. Parabéns!!!

    bjuhs

    Blog:http://ossegredosdoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oie, tudo bom?
    Não leio muita ficção científica, mas já li boas histórias dentro do gênero. Fiquei surpresa com a premissa desse livro e realmente a trama é instigante. Parece levar o leitor a pensar sobre tudo. Gosto de livros assim e espero ter a oportunidade de conhecer essa narrativa um dia.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Eu também não curto ficção e tenho muita dificuldades em aderir a um novo gosto literário. :-/
    Mas sua resenha está ótima. Beijos.
    Reino Literário Br

    ResponderExcluir