Cedido para Resenha,

Resenhando: Vango - Entre o Céu e a Terra

12:11 Jéssica Figueiredo 18 Comments


Olá pessoal, tudo bom?
A resenha de hoje é sobre Vango - Entre o Céu e a Terra. Foi cedido pela editora Melhoramentos. Acho que foi o meu primeiro contato com a editora e pude perceber que eles realmente prezam pelos seus trabalhos. Vango foi um livro delicioso de ler e em cada página eu podia ver a dedicação da editora para com ele. Dedicação aos mínimos detalhes. Diagramação muito bem feita e um livro com uma história de qualidade. A capa é linda. Parece uma pintura e eu ficava olhando para ela várias vezes durante a leitura. Gostei muito dos traços e das cores utilizadas na capa. Algo que achei bem diferente foi a cor da fonte. Não era preta e sim um magenta.
Nunca tinha lido um livro no período entreguerras. Entre a Primeira e Segunda Guerra Mundial. E quem já leu uma resenha minha sabe que eu curto muito livros que se passam durante alguma guerra.

Sinopse: Vango - Entre o Céu e a Terra - Salvar a pele e, ao mesmo tempo, descobrir a própria identidade. Este é o grande desafio de Vango, o jovem herói do novo romance do escritor francês 'Timothée de Fombelle'. Ao ler esse thriller histórico, ambientado no conturbado período entre as duas grandes guerras mundiais, somos impelidos a fugir com Vango pelos cinco continentes, num clima de absoluto perigo e suspense. Este rapaz órfão de 19 anos desconhece sua origem assim como desconhece a motivação do franco atirador que, além da polícia, está em seu encalço. Deparamo-nos com Vango na solenidade em que ele e outros seminaristas seriam ordenados padres na suntuosa catedral de Notre-Dame, em Paris. O assassinato do padre Jean, seu protetor, desencadeia a perseguição ao rapaz, que empreende uma fuga espetacular ao escalar nada menos do que os famosos vitrais da catedral. Essa cena é apenas um exemplo do clima de perseguição e aventura de que é feita toda a narrativa, quando acompanharemos nosso protagonista em situações e lugares improváveis - como um intruso escondido num caça da SS, galopando nas Terras Altas da Escócia, dependurado num vulcão italiano ou sobrevoando o Brasil e vários outros lugares num zepelim. O fracasso em não ter sido ordenado padre deixa nosso herói arrasado, mas a jovem Ethel fica bem feliz. É ela quem vai ajudar Vango a provar sua inocência e descobrir sua identidade. Também fazem parte da saga outros personagens marcados por vidas cheias de segredos, como Mademoiselle, a Senhora Poliglota e sem memória com quem Vango é salvo do naufrágio na costa da Sicília aos três anos de idade e Hugo Eckner, personagem verídico, comandante alemão do Graf Zepelin, esse grande dirigível que fascinou o mundo nas primeiras décadas do século XX. Outras personalidades incorporadas à história são Joseph Stalin, sua filha Svetlana e Adolf Hitler.

Vango está prestes a se tornar padre, na Notre-Dame, quando subitamente a cerimônia é interrompida pela polícia. Mesmo sem saber do que se trata Vango foge escalando a Catedral. Depois de um tempo ele descobre que a polícia acredita que tenha assassinado um homem. Seu protetor, padre Jean. Mesmo com seus 19 anos, Vango é uma incógnita para os policiais e para as pessoas que conviveram com ele durante anos. Ninguém sabia de onde viera, para onde poderia ir. Ele tinha família? Ele conhecia muitas pessoas, porém ninguém o conhecia por completo. Desde os 14 anos Vango acreditava que estava sendo perseguido por alguém. O padre Jean acreditava que o garoto estava enlouquecendo. Mal sabia ele que os perseguidores do garoto eram reais.




O livro narrado em terceira pessoa nos leva para o passado e presente. Nos dá detalhes do mistério que é a vida de Vango sem nos dizer realmente quem ele é. O que eu achei legal, pois temos que ir juntando os retalhos que é a vida de Vango. Se é um mistério para o leitor é um mistério para Vango também. Algo bastante notável que achei no livro é que os personagens secundários realmente ganham vida neste livro. Mesmo Vango sendo o personagem principal o autor usou, abusou (de maneira positiva) e criou uma teia com os personagens secundários. Tanto é que Vango fica várias páginas sem aparecer nenhuma vez sequer. Mas a sua presença estava em cada página. Eu ficava como os personagens "Quem é Vango Romano?" , "Qual o motivo de estarem perseguindo ele?"



O autor se utilizou de pesquisas para compor o livro. Muitos de seus personagens realmente existiram - no final do livro o autor dá um resumo sobre cada um. A tensão política era evidente devido à iminência de surgir uma nova guerra. As pessoas que eram perseguidas por tentarem impedir a guerra. Hitler, logicamente é citado. Stalin também tem o seu papel neste livro. E o incrível Graf Zeppelin tem muita importância. É disponibilizado até mesmo uma planta dele. Nossa, como eu adorei saber que em sua rota tinha o Brasil. E principalmente Recife, Pernambuco - que é onde eu moro. Gostei muito de saber disso, pois eu não sabia que o Zeppelin só atracava em Recife no Rio de Janeiro no Brasil.


O autor realmente soube inserir Vango nesse período entreguerras. Toda a vida dele está entrelaçada com algum acontecimento histórico. O que deu mais veracidade ainda para a história. E no fim sei que estamos mais próximos de descobrir quem é Vango Romano. Ansiosa demais para o segundo livro que é: Vango - Um príncipe sem reino.

Olha só que legal!

18 comentários:

  1. Nossa que livro lindo, a cada resenha que leio dele sinto mais vontade de lê-lo, muito legal saber essas curiosidades no final, adoro ler essas referencias.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu estou com esse livro para ser resenhado aqui na minha estante ainda, infelizmente não tive tempo para pegar ele para ler, mas espero ter tempo em breve pois estou super curiosa, parece ser uma história muito cativante!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  3. Primeiro de tudo que achei sua resenha muito engraçada, a forma como você foi escrevendo ficou engraçado e me deu vontade de ler o livro. Me chamou bastante atenção o fato de envolver guerra, gênero que me envolve fácil. É capa é divina, o que dá mais vontade ainda de ler. Ele já está na lista de desejados.
    Beijos,
    Gabrielle G - Blog ABCD dos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?

    Não conhecia esse livro. Achei a capa bonitinha logo que vi, mas não pensei "Ah, deve ser bom" até que eu li a sinopse e depois a resenha e com certeza tô achando que ele é incrível! Adoro livros assim - que apresentam uma pesquisa mais séria, digamos assim, para que o teor histórico seja palpável. Valeu pela dica ;)

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  5. Oiii!

    Eu não li esse livro ainda, mas eu me apaixonei por essa história desde que vi o booktrailer.
    Mas é a primeira resenha que vi sobre o livro. Me encantou esse trabalho de pesquisa que o autor teve e a forma como ele conseguiu trabalhar bem esse tema e usar os personagens secundários, acho que isso é o que transforma uma obra em espetacular.

    Adorei a resenha e as fotos!


    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Achei o book trailer deste livro maravilhoso. mas ainda não o li. Sua resenha ainda aumentou mais minha curiosidade!

    Bjs
    Kamylla Prado.

    ResponderExcluir
  7. Olha eu ainda não li esse livro e acho que nem teria interesse, porque não faz muito meu gênero de leitura, mas gostei bastante da sua resenha. Achei que você desenvolveu muito bem. Parabéns. Espero poder ter uma chance em ler mais pra frente para poder conhecer. Mas só também, porque eu não sei se iria gostar.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/setembro-nacional-cristiane-broca.html

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Gostei da premissa! Já tinha visto algumas resenhas dele, o que me deixou com muita vontade de ler, ainda mais porque tem História e eu adoro quando o autor insere fatos reais em sua trama ficcional. A gente lê e ainda aprende! Só não comprei porque ainda não achei nas livrarias aqui perto de casa.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que não foge não teme ou seria quem não teme não foge? Sei lá! Fato é que eu amei a capa, me deixou com aquela vontade de ler e se aventurar pela história. Gosto de fatos reais imersos em ficcionais
    BEijos

    ResponderExcluir
  10. Jessica, sua linda, tudo bom?
    Então, eu já li imprensemos desse livro MAS O RESENHISTA A FEZ TOTALMENTE DIFERENTE ... Nem parece a mesma história.

    Eu amei sua abordagem, e o livro fiou ainda mais instigante pra mim.

    Bjs Tay do Let it Shine

    ResponderExcluir
  11. Adorei a diagramação do livro, mas não curti muito... a resenha foi muito boa, mas a premissa do livro não me interessou hahaha

    beijos
    www.amigadaleitora.com

    ResponderExcluir
  12. Adorei a sua resenha, esse livro parece ser realmente ótimo, e todo esse mistério sobre quem é Vango me deixaria louca de curiosidade.
    Infelizmente agora eu não leria ele por ser uma série, e eu gostar de ler todos de uma vez e não ficar esperando o lançamento, mas assim que sair todos eu lerei com certeza

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Já tinha lido uma resenha sobre o livro e fiquei bem curiosa para saber mais sobre Vango, parece ser uma livro muio bem escrito e com uma história muito rica! Adorei a resenha!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Nunca li histórias que acontecem entre as guerras, e gostei de saber um pouco mais sobre essa. Já foi adicionado à minha lista de leituras.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Cara, eu também gostei muito da leitura, foi tipo bom d++++. Super ansiosa pelo segundo livro!!
    Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  16. Ei, tudo bem?
    Já vi muitas resenhas positivas sobre esse livro e estou bem curiosa para lê-lo. Também adoro livros ambientados em guerras, e saber que o personagem principal passou por diversos lugares me deixou mais fascinada ainda. O autor deve ter pesquisado bastante para conseguir encaixar o personagens nos fatos históricos. Espero poder ler o livro em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  17. Oii!

    Já li várias resenhas positivas sobre esse livro o que me deixa bem animada para ler ^^ A diagramação desse livro é linda :) A promissa é muito boa e já anotei a dica! Sua resenha ficou muito boa :)

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  18. Oii Jéssica!!
    Já vi várias resenhas desse livro, mas infelizmente ele não me chamou muito a atenção então vou passar a sua dica, tudo bem?

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir