Resenhas

Resenhando: A mulher do Viajante no Tempo

16:00 Jéssica Figueiredo 6 Comments

A mulher do Viajante no Tempo


Bom, faz um tempinho que terminei de lê-lo, e achei melhor escrever antes de me esquecesse sobre tantas coisas que existem nesse livro. Antes de tudo eu havia visto o filme alguns anos atrás e fiquei realmente despedaçada pelo que aconteceu. E esse ano terminei por comprá-lo. 
Uma das coisas boas que achei deste livro é que como o assunto é viagem no tempo ocorre que, se mal escrito, você pode acabar se confundindo com os acontecimentos. O que não aconteceu com este livro. Ele era contado sempre colocando a idade tanto de Clare e de Henry. O que facilitava a compreensão.
A história começa com um Henry de 28 anos e de uma Clare de 20 anos. Este Henry não a conhece, mas ela o conhece. Estranho não? O mais bacana é que tudo isso tem uma lógica. Henry ia visitá-la quando ela era mais nova, quando ele era mais velho. Então pela lógica ele não iria conhecê-la, mas ela já sabia de sua existência havia 14 anos, se não me engano. Ela feliz por que finalmente encontrou com o Henry do presente começa a bombardeá-lo de informações. Algo que vi que seria normal de acontecer. A história vai seguindo e eles vão ficando firmes no namoro. Mas mesmo assim as viagens de Henry continuam constantes o que faz com que Clare fique sozinha. 
"Você fica acordada na cama se perguntando se eu sou uma brincadeira que Deus está fazendo com você?
- Não. Fico acordada com medo de que você possa desaparecer e nunca mais voltar".
Acontece que enquanto a Clare do presente ficava sozinha a Clare do passado estava recebendo essas tão aguardadas visitas. Era algo como ganhar e perder. Quando essas viagens aconteciam ele não poderia levar nada que não fosse seu. O que eu achei bacana, mas isso dificultava a sua vida, pois ninguém iria reagir normal se um homem de repente aparecesse do nada nu na sua frente. Por isso Henry foi preso algumas vezes e teve que roubar. 
"Para mim, o futuro é como uma caixa de chocolates fechada".
A história do livro em geral é sobre eles tentando fazer com que essas viagens parassem de ocorrer, e para isso eles contaram com a ajuda de um médico que eles já sabiam que iriam conseguir fazer com que acreditasse nessa total loucura de viagem no tempo. E depois a maior parte das páginas é sobre eles tentando ter uma criança. Era realmente algo muito difícil, por que o bebê ficava viajando e isso fazia com que ele morresse. Achei bem dolorosa a quantidade de vezes para que eles finalmente tivesse conseguido manter uma gravidez. Achei que o livro poderia ter terminado de uma forma mais feliz, mas não vou dizer que não me emocionei com o final. 
"Eu nunca vou lhe deixar, mesmo que você sempre esteja me deixando"
Achei muito lindo e fiquei pensando como ela deveria ter se sentido com a visita dele. Realmente muito bonito. Não vou contar por que não gosto de dar Spoiler! Principalmente do final. Só sei que sim, vale a pena ler! Espero que tenham gostado :D Até mais o/


Acho lindas as fotos do filme :3

Olha só que legal!

6 comentários:

  1. Já vi o filme, e estou louca pra ler o livro. Louuuuuuuca..rs

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Parece... agridoce. Angustiante e irresistível. Nunca consegui assisti ao filme... Mas quero muito ler o livro.

    Beijo!
    Dani
    A Thousand Lifetimes

    ResponderExcluir
  3. Oi Jéssica,

    Nossa, para escrever um livro sobre viagem no tempo, e principalmente com idas e vindas, o autor tem que saber escrever muito bem, senão a pessoa fica realmente perdida. E pelo que você disse, esse livro foi bem escrito. E nossa, deve ser bem triste.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho esse livro mas ainda não consegui ler, ele parece ser bom demais!
    Que triste essa parte do bebê...mas tenho certeza que é uma bela história...pretendo ler em breve =)
    Beijos
    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
  5. Achei muito interessante o livro, não vi o filme ainda. Deu uma vontade de ler, normal, sempre que leio resenhas bem feitas dá vontade de ler o livro logo de cara.

    eueminhapequenaestante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Não li o livro nem vi o filme, então nem posso falar muito :(
    Esse não deve ser um tema fácil de ser trabalhado, embora haja muitas e muitas possibilidades, né?
    Ainda bem que o autor foi feliz :D

    Devaneios Estrellares

    ResponderExcluir